Tuesday, April 28, 2009

AOS: 120 anos

O grande Papa Pio XII, ao referir-se à "alteração radical" da vida portuguesa, operada pelo Estado Novo, atribuía a salvação nacional à intervenção de Nossa Senhora de Fátima, "causa original e verdadeira".

Em trágica hora de escuridão e angústia, quando a nave de Portugal, tendo perdido o guia das suas tradições mais gloriosas e sido afastada do seu curso por correntes anti-nacionais e anti-Cristãs, parecia dirigir-se a um naufrágio certo, inconsciente dos perigos presentes ou futuros cuja gravidade ninguém poderia humanamente prever; naquela hora o Céu, que previra esses perigos, interveio, e na escuridão brilhou a luz; no caos reinou a ordem; a tempestade amainou e o fiel Portugal pode renovar as suas gloriosas tradições como nação cruzada e missioneira [...]

Toda honra àqueles que têm sido os instrumentos da Providência nesta empresa gloriosa!

E referindo-se especificamente ao Comandante desta gesta:

Eu o abençoo com todo o meu coração, e acalento os desejos mais ardentes para que ele seja capaz de completar exitosamente a sua obra de restauração nacional, tanto espiritual como material.

Um grande sucessor de Pedro a falar de um grande Homem de Estado.

Em tempos de comemoração de Santos e Heróis, regista-se aqui a homenagem a António de Oliveira Salazar, Restaurador de Portugal, nos cento e vinte anos do seu nascimento.

2 Comments:

At 03 May, 2009 06:23 , Blogger filomeno2006 said...

This comment has been removed by the author.

 
At 23 October, 2016 12:34 , Anonymous Anonymous said...

"O grande Papa Pio XII, ao referir-se à "alteração radical" da vida portuguesa, operada pelo Estado Novo, atribuía a salvação nacional à intervenção de Nossa Senhora de Fátima, "causa original e verdadeira"."

O Estado Novo não alterou radicalmente a VIDA portuguesa... protegeu-a, isso sim! Se essas foram as palavras de Pio XII, é de lamentar ter sido mal informado!

 

Post a Comment

Subscribe to Post Comments [Atom]

<< Home