Saturday, January 13, 2007

De regresso

Ausência prolongada neste espaço de convívio. Alguns dias em Santiago do Chile e noto que o regime militar - o modelo Pinochet - foi mesmo para valer e deixou marcas profundas. Ainda há ordem, disciplina, seriedade - e bem-estar, economia sólida, pujante, moderna. E reparei em algo mais: todos com quem travei contacto, gente simples, desconhecida, encontrada ao acaso, todos, manifestaram a sua admiração pelo General e pela transformação operada no país andino. Empregados de mesa, taxistas, vendedores do comércio, guias de museus, etc., todos manifestaram-se com respeito e reconhecimento. Mas nada disso será publicado pelos senhores planetários dos media... Outros dias em São Sebastião, vulgo Rio de Janeiro, também terra de exílio por conta da abrilada setentista. Que contraste! Ruas não as há, apenas crostas deformadas e esburacadas, muita sujeira e mal-cheiro, favelas em profusão, desordem em todas as esferas. E a horrorosa criminalidade que grassa com um ignominioso à-vontade, o narcotráfico endoutrinado pela esquerda revolucionária, o completo abandono no qual se encontram os cidadãos. Mal chegava e numa só manhã, entre assaltos a autocarros - incendiados com as pessoas no interior - e a esquadras policiais, o número de mortos chegava aos vinte e cinco e os feridos graves a vinte e oito. Nada mal para um país convencido de constituir o paraíso terrestre, e governado pelo imaculado Sr. Silva - ele convencido de que é um colega de Nosso Senhor Jesus Cristo. De regresso a Buenos Aires encontro uma cidade consideravelmente vazia, com boa parte da população nos balneários da costa bonaerense - Mar del Plata, Pinamar, Cariló, Ostende, etc. Aqueles afortunados (e demais vedettes) que se podem dar ao luxo, cruzam o Prata e assentam arraiais na uruguaia Punta del Leste, a St. Tropez cá de baixo. Tudo ainda calmo, à espera de uma rentrée que promete muito para 2007 nesta tresloucada América do Sul, repartida entre Silvas, Chávez, Morales, Kirchners e companhia. Do socialismo o muerte do palhaço caraquenho à boçalidade socialista de Morales, do socialismo-para-os-outros-e-a-massa-no-meu-bolso do erudito Silva ao socialismo malcriado do soixantehuitard Kirchner, estou convencido de que o ano que começa vai trazer grandes novidades. Especialmente enquanto a região continuar a ocupar o lugar número 872 na lista de preocupações do governo estado-unidense.

5 Comments:

At 13 January, 2007 06:17 , Anonymous Anonymous said...

Não seja mentiroso, senhor.

 
At 13 January, 2007 11:55 , Blogger Manuel said...

Humm... olhe que a região não vai ocupar um lugar assim tão insignificante nas preocupações dos gringos!
Veremos o resultado.

 
At 13 January, 2007 21:29 , Anonymous Bic Laranja said...

Seja bem-vindo de volta. Cumpts.

 
At 14 January, 2007 00:18 , Blogger EURO-ULTRAMARINO said...

Eventualmente assim será, Caro Manuel, mas julgo que por um bom tempo os "gringos" apenas terão olhos para islâmicos e quejandos.

Caro Bic,
Já não podia passar mais um dia sem a inspiração de uma bela imagem da Lisboa (e do Portugal) de "outras eras". Só mesmo no Bic Laranja.

Um abraço a ambos.

 
At 17 January, 2007 19:29 , Blogger Ricardo Rayol said...

Prezado senhor, só uma pessoa de má fé pra acreditar que um dos piores ditadores sul-americanos, que satanás o tenha em boa guarda, seja idolatrado. Como imagino que seja argh-entino só posso dizer o seguinte: Somos PENTACAMPÕES DO MUNDO.

 

Post a Comment

Subscribe to Post Comments [Atom]

<< Home