Monday, December 01, 2008

"À Bandeira"


Salve, bandeira sagrada,
Bandeira de Portugal!
No cimo do monte agreste,
No fundo do ameno val'
Ergue-te, bandeira, santa,
Bandeira de Portugal!

Salve, símbolo sagrado
Da Pátria que é nossa mãe,
A quem eu respeito e amo,
Como não amo ninguém!
Salve, bandeira que lembras
A Pátria que é minha mãe!

Feita do sol da glória,
Bandeira do meu país,
Tens sulcado os mares longínquos
Em tanto dia feliz,
E ganho tanta batalha,
Bandeira do meu país!

Oh! Bandeira azul e branca!
Azul, como o belo çéu,
Branca, cor dos brancos anjos...
Que grande encanto é o teu!
As cores da nossa bandeira
Vieram ambas do çéu!

Grava-te bem na minha alma,
Bandeira minha querida!
Que eu nunca em vida me esqueça
De que à Pátria devo a vida,
O sangue, a glória, tudo,
Bandeira minha querida!

Salve, bandeira formosa,
Bandeira do meu país,
Que por ele é minha vida
E que eu morria feliz,
Se na morte me abraçasses,
Bandeira do meu país!

Porque eu te amo no mundo,
Como não amo ninguém,
Salve, bandeira que lembras
A Pátria que é minha mãe!

(À Bandeira - de António de Oliveira Salazar aos vinte anos)

5 Comments:

At 01 December, 2008 18:33 , Anonymous Anonymous said...

Poema bem bonito. Admirada fiquei do seu autor ter sido Salazar, não que duvide um segundo da sua total devoção e amor à Pátria, mas porque desconhecia de todo o seu lado poético. Fez muito bem em tê-lo trazido aqui, sobretudo neste dia que simboliza, mais do que qualquer outro, o nosso cortar definitivo com as amarras ao jugo estrangeiro. Definitivo, julgávamos nós. Agora que as amarras são outras muito mais subtís e infinitamente mais perigosas porque são (quase) invisíveis e poderosas porque abarcam o planeta, cabe urgentemente a Portugal e ao seu Povo soberano cortar com as novíssimas amarras. E mais uma vez serão necessários Homens com engenho, coragem, bravura, determinação, amor indefectível à Pátria e uma vontade férrea de vencer. Mas destes temo-los nós em barda graças a Deus, sabemos quem são e onde se encontram, só é preciso serem incentivados. E todos os portugueses estarão na rectaguarda incondicionalmente a apoiá-los.
E Viva Portugal! E Vivam todos aqueles que em momentos de grande perigo na nossa História, como aquele que culminou no Glorioso dia cuja efeméride hoje se assinala, souberam lutar com valentia e honra pela Independência da Nação. Hoje o inimigo volta a ser estrangeiro (e mais uma vez também algum dele é nacional, porque traidores à Pátria sempre os houve e, tal como outrora, agora também os há). Porém o povo português já tem muitos séculos de História e de experiência acumulada num sem número de batalhas brilhantemente travadas e vencidas. Nesta, pelo seu incomensurável diabolismo, a táctica de combate terá que ser muito outra. Mas que não restem dúvidas ao inimigo, Portugal sairá dela uma vez mais vencedor.
Maria

 
At 03 December, 2008 12:57 , Blogger Euro-Ultramarino said...

Cara Maria,
Somente com um trabalho de doutrinação junto às camadas jovens poder-se-á lograr alguma coisa. O inimigo é poderosíssimo e conta com meios infinitos. Fé na Mensagem de Fátima e séria doutrinação dos jovens. É a única esperança.
Abraço amigo.

 
At 24 December, 2008 15:54 , Anonymous Carlos Portugal said...

Querida Maria:

Já estou em falta para consigo, pois ando há muito tempo para Lhe responder ao Seu amabilíssimo comentário que me dirigiu num outro postal desta excelente Casa do Caro Euro-Ultramarino.

Infelizmente, problemas de saúde persistentes têm-me impedido de aceder à blogosfera como desejaria. De qualquer modo, deixe-me aqui expressar o meu respeito e admiração pela Sua escrita, uma das mais lúcidas e bem informadas da blogosfera, e não só.

A Pátria - a verdadeira, a Alma de Portugal - tem certamente grande orgulho em A ter como Filha. Bem Haja.

Aproveito também para lhe desejar um Santo Natal, a Si e aos Seus.

Abraço amigo.

 
At 24 December, 2008 16:05 , Anonymous Carlos Portugal said...

Caro Euro-Ultramarino:

O meu Caro Amigo escreveu: «Fé na Mensagem de Fátima e séria doutrinação dos jovens. É a única esperança.» Tem toda a razão. Por isso mesmo é que este bando de ignóbeis que delapidam a Pátria tentam vilipendiar ou abafar a Fé, e destruir a educação dos jovens (quanto a esse «programa» negro escrever-lhe-ei noutra altura).

Mas não o irão conseguir. Uma das poucas pessoas que conseguiu falar pessoalmente e a sós com a Irmã Lúcia, nos últimos anos da vida Desta, ao expressar-lhe a sua preocupação por Portugal, Ela respondeu-lhe: «Meu filho, coragem e Fé. A Senhora diz-me que este Portugal ainda vai ser um cantinho do Céu.»

Esperança pois. E Fé, principalmente.

Um grande abraço e um Santo Natal para Si e para os Seus.

P.S.: Não me esqueci da investigação da flâmula de combate do Graf von Spee no Mosteiro de Santa Maria da Vitória. A minha saúde é que me tem impedido de me dedicar mais a ela.

 
At 04 January, 2009 12:47 , Anonymous Anonymous said...

Carlos, acabei de ler a sua resposta ao meu comentário de há semanas e bem assim a do Patriota-Autor deste Blog. Agradeço a ambos imensamente. Estou perante dois Grandes da Blogosfera em toda a acepção da palavra.
Quando ontem falei n'alguns Blogs que visito diàriamente, citei o Sexo dos Anjos mas, esquecimento meu imperdoável, não citei O Odisseia que eu considero outro Blog de altíssima qualidade, infelizmente pouco actualizado. Mas há alguns mais, igualmente excepcionais, cuja leitura não dispenso. Porém neste último como noutros extraordinários Blogs estamos perante o problema do costume, os seus autores escrevem pouco ou nada durante semanas ou meses, o que efectivamente é muita pena.

Carlos, apesar de ontem já lhe ter deixado uma mensagem noutra caixa deste Blog, renovo-lhe nesta os votos de Bom Ano para si e todos os seus.
Tomei nota dos seus problemas de saúde, que lamento muito, com desejos sinceros de que os ultrapasse ràpidamente para o podermos ter de volta à Blogosfera com a saudável frontalidade, o enorme Portuguesismo e igual Classe a que já nos habituou.

Quando se sentir melhor e tiver oportunidade, não se esqueça de retomar "esse programa negro" (que refere ao Autor do Blog), tema que, tratando-se do que imagino, terei muitíssimo interesse em seguir. "Muitíssimo" é dizer pouco! Mas mesmo que o não seja não importa, uma vez que tudo o que o Carlos escreve merece ser lido com redobrada atenção pelos portugueses que o sejam de corpo e alma.

Cumprimentos para si e igualmente para o Autor deste que é um Blog cheio de ética e estética nas palavras e beleza cromática nas imagens que reproduz, com votos das maiores felicidades pessoais e blogosféricas para 2009.
Maria

 

Post a Comment

Subscribe to Post Comments [Atom]

<< Home